Voltar

Condor

Vultur gryphus

Reino

Animalia

Filo

Chordata

Classe

Aves

Ordem

Cathartiformes

Família

Cathardidae

Alimentação

Alimenta-se de carniça trazida pela correnteza em ilhas fluviais, ao lado de outras espécies do gênero Coragyps e Sarcoramphus (Sick)

Status de conservação

Vuneravel

DISTRIB. GEOGRÁFICA

Habita a Cordilheira Andina na América do Sul.

Localização no zoo

Sobre

O Condor é não apenas o maior representante de sua família, que inclui ainda os urubus, mas também a segunda maior ave voadora do mundo, com uma envergadura alar (comprimento de uma ponta de asa à outra) que ultrapassa os três metros! Pouco menos que o albatroz, uma ave marinha que chega até 3,6 m de envergadura alar. Durante algum tempo perguntou-se como uma ave tão grande era capaz de voar. Estudando-o descobriram que o condor praticamente não gasta energia durante seu vôo, usando as correntes de ar quente ascendente para se manter no ar. As asas grandes e largas são perfeitamente moldadas pela natureza para este planeio, e assim permitirem ao condor usar por muito tempo sua visão telescópica para procurar lá do alto as carcaças de animais terrestres e marinhos de que se alimenta.

O condor era um animal sagrado para os antigos Incas, povos nativos que habitavam a cordilheira dos Andes. Na cidade sagrada de Machu-Picchu há diversas representações do condor, considerado “A alma dos Andes”. Seu habitat, a mais de três mil metros de altitude, o protegeu da caça excessiva, mas ainda assim ele é considerado vulnerável à extinção. Dados da IUCN e Portal o Eco