Voltar

Flamingo, Flamingo-grande, Flamingo-rosa

Phoenicopterus ruber

Reino

Animalia

Filo

Chordata

Classe

Aves

Ordem

Phoenicopteriformes

Família

Phoenicopteridae

Alimentação

São onívoros

Status de conservação

Menos preocupante

DISTRIB. GEOGRÁFICA

Norte do continente e Antilhas até Florida

Localização no zoo

Sobre

O bico do flamingo é uma estrutura fascinante: o desenvolvimento de sua língua e da estrutura de filtragem do seu bico, que se assemelha a um grupo de “franjas” na parte interna, faz com que se alimente de forma muito parecida com as grandes baleias. O flamingo, assim como elas, abre a boca debaixo d´água e deixa entrar, com esta, um grande número de pequenos animais. Quando fecha o bico, a água começa a escorrer, empurrada pela língua, e o alimento fica preso nas “franjas” até que toda a água se vá e o flamingo use novamente sua língua para pegar as partículas que lhe interessam.

Como tantas outras espécies, o flamingo aprecia ambientes que são julgados dispensáveis por muitos, e os aterros e drenagens dos lagos salobros e dos estuários são a maior ameaça para a conservação da espécie. Dados da IUCN